Agudos do Sul

EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE AGUDOS DO SUL

Agudos do Sul é um Município brasileiro do estado do Paraná, com clima subtropical, localizado na região metropolitana de Curitiba. Tornou-se oficialmente Município em 25 de julho de 1960, quando desmembrou-se do Município de Tijucas do Sul. A história de Agudos do Sul teve seus primórdios atrelados aos grandes proprietários de terras de ervais que traziam suas famílias de outras regiões para aqui habitarem, promovendo o aumento da população do até então povoado.

O primeiro nome que a cidade recebeu foi Agudos e em 20 de março de 1903 passou à categoria de Vila. A origem do nome Agudos é de ordem geográfica, em razão de a cidade possuir Cerros no local. Com o passar do tempo, a cidade começou a ser confundida com a cidade paulista de Agudos; devido a isso, por volta de 1943, o nome foi alterado para Carijos, pois havia uma grande quantidade de erva mate do tipo carijo no local.

Carijos passou a categoria de distrito administrativo pertencente a São José dos Pinhais, todavia, devido a não aceitação popular do nome, foi criada a Lei estadual n°. 02, de 11 de outubro de 1947, alterando a nomenclatura de Carijos para Agudos do Sul.  Na década de 1951 foi criado o distrito administrativo no qual a cidade teve seu território pertencente ao Município de Tijucas do Sul, segundo a Lei estadual n°. 790 de 14 de novembro de 1951. Em 1960, Moysés Willi Lupion de Tróia, atual governador da década, sancionou a Lei n°. 4.245/60 que criou o Município de Agudos do Sul, desmembrando-o de Tijucas do Sul e, na data de 18 de novembro de 1961, ocorreu a instalação oficial do Município sendo empossadas autoridades municipais. O Município passou a fazer parte da região metropolitana de Curitiba somente em 22 de abril de 1997.

Atualmente Agudos do Sul contém aproximadamente 9.470 habitantes. 65% desse total reside na zona rural. O maior fluxo econômico do Município é baseado na agricultura com a produção de fumo, milho, batata-salsa, feijão, maçã, morango e outros. Além disso, apresenta projetos voltados para a agricultura, como o projeto ‘Agricultura Familiar’ que tem por objetivo reduzir as desigualdades sociais e estimular a produção orgânica de alimentos. A COPASOL Sul é um projeto que apoia e gera renda com a produção de hortifrutigranjeiros na região. Nele, são processados alimentos como geleias, sucos e doces de panificação como pães, bolos e bolachas. Um dos sabores que faz parte da gastronomia do Município é a ‘vaca atolada’, que é preparada no fogão a lenha. Também são apreciados o coscorão, pastel de requeijão e a coxinha de batata-doce.

As cachoeiras compõem os pontos turísticos no interior do Município.  A localidade chamada Taboão vem se tornando o novo espaço de lazer da cidade, a paisagem é formada por pequenos riachos e vegetação densa, assim como quedas d`água. A cidade também conta com projetos voltados para o esporte, como o “AgudoLama” que percorre aproximadamente 70 quilômetros em meio a vegetações abundantes e a Caminhada Internacional na Natureza e Ciclismo Rural, além do incentivo ao lazer com os pesque-pague, camping, piscinas e trilhas.

Agudos do Sul é uma cidade tranquila e gostosa de se viver.

AMANDA BEATRIZ GUIMARÃES BUENO E VICÊNCIA GLESIA MORAIS DE AGUIAR

HISTÓRIA

Agudos do Sul é um município brasileiro do Estado do Paraná, que surgiu incentivada pela presença dos extensos ervais dos grandes proprietários de terras, que promoviam a vinda de famílias de outras regiões aumentando a população do povoado.

Em 20 de março de 1903 passou à categoria de Vila com o nome de Agudos, em decorrência da presença de um Cerro no local. Em 1943 mudou seu nome para Carijós, pois era confundida com a cidade paulista de Agudos. Mas em 15 de outubro de 1944, devido a não aceitação popular do novo nome voltou a denominar-se Agudos do Sul, sendo criado como Município a 25 de julho de 1960 através da Lei nº. 4.245 e instalado oficialmente em 18 de Novembro de 1961.

Os primórdios da ocupação de Agudos do Sul datam do século XIX, quando o lugar era conhecido simplesmente por Agudo, e seu território pertencia à Comarca do município de São José dos Pinhais.

A história registra o nome do tenente-coronel da Guarda Nacional do Brasil, José Machado Fagundes, como o principal colonizador da região.

Foi de José Machado Fagundes a iniciativa de trazer ao lugar inúmeras famílias, que buscavam segurança de moradia e de trabalho. Estas pessoas encontraram o que queriam nos extensos ervais nativos, que proliferavam naqueles borbotões daquele quadrilátero, assim como nos armazéns dos serviços.

Em princípios desse século, a 28 de junho de 1902, o decreto estadual nº 239, criava o Distrito Policial da localidade, no Termo de São José dos Pinhais. Era o início do povoamento ordenado. No ano seguinte passou a condição de vila, com a denominação de Agudos.

Em 1943 a povoação teve sua denominação alterada para Carijós, sendo que neste período foi elevado à Distrito Administrativo de São José dos Pinhais.

Em 11 de outubro de 1947 a lei estadual nº 2 alterou a denominação de Carijós para Agudos do Sul, voltando à antiga grafia, desta feita acrescentada de “do Sul”, por existir cidade homônima no Estado de São Paulo.

Pela lei estadual nº 790, de 14 de novembro de 1951, foi criado o distrito administrativo de Agudos do Sul, com território pertencente ao município de Tijucas do Sul, que foi criado nessa ocasião.

Em 25 de julho de 1960, através da lei estadual nº 4.245, sancionada pelo governador Moysés Willi Lupion de Tróia, foi criado o município de Agudos do Sul, com território desmembrado do município de Tijucas do Sul. A instalação ocorreu em 18 de novembro de 1961, nesta ocasião foram empossadas as autoridades municipais eleitas.

*Fonte: Prefeitura de Agudos do Sul.