Notícias

Blog Single Image
16
maio

Mobilização pela Segurança Pública Compra Fuzil para Polícia Militar


FUZIL

A Segurança Pública tem exigido cada vez mais da sociedade civil, principalmente quando aqueles que possuem o dever de representar o Estado, possuem deficiência material no combate a criminalidade. Há muitos anos os comerciantes e interessados vivenciam as dificuldades de reparo de viatura, avançando o campo do simples pagamento de impostos e assumindo participação na condução da segurança pública, nos termos do Artigo 144 da Constituição Federal.

Atualmente as forças de segurança estão em desvantagem de armamento pesado para fazer frente a criminalidade especializada, principalmente em casos de roubo de cargas, empresas e instituições bancárias.

Em Tijucas do Sul/PR, houve um assalto ao Banco do Brasil em que os policiais militares não conseguiram sair do posto policial, pois os criminosos estavam armados com fuzis automáticos e os policiais não tinham poder de fogo para revidar a agressão injusta a sociedade. Há outros casos divulgados pela mídia em todo o Paraná e a demora do Estado esta causando um verdadeiro “caos” na segurança pública.

Os comerciantes de Tijucas do Sul/PR se mobilizaram e adquiriam um Fuzil Imbel IA2, 556, que foi doado para a 1ª Cia da Pm do 17º Batalhão, o que fez com que houvesse uma intimidação e consequente sensação de segurança para os moradores daquela localidade, notou-se que aquela comunidade deixou de ser alvo dessa modalidade de ação criminosa. Outro exemplo, Ivaiporã, também no interior do Paraná, os comerciantes se reuniram e adquiriram 4 fuzis do mesmo modelo citado.

Em São José dos Pinhais, devido a proximidade com Curitiba, há uma expectativa de auxílio e pronta resposta, o que na prática é muito difícil. Caso concreto houve um assalto a uma agência bancária da Caixa Econômica Federal no bairro Borda do Campo, e não foi possível revidar, justamente porque contavam os marginais com o desaparelhamento do Estado.

Importante destacar que a IMBEL(Indústria de Material Bélico do Brasil) é empresa vinculada ao Ministério da Defesa por intermédio do Exército Brasileiro e todo o procedimento de compra, pagamento e doação será acompanhado pela OAB, Conselho de Segurança e representantes militares. Cada Fuzil custa R$ 6.700,00 e seus operadores receberão curso específico, especialmente por conta do poder de fogo desta arma.

Por este motivo, a OAB/SJP, Conseg (Conselho de Segurança), Aciap (Associação Comercial) e outras entidades da sociedade civil, que estão apoiando este requerimento, convidam Vossas Senhorias para participarem da arrecadação para aquisição de três Fuzis Imbel, IA2, calibre 556 para a 1ª Cia da PM, que efetivamente é responsável por atender os mais de 300.000 habitantes que aqui vivem, trabalham e possuem suas famílias.

                                                                         OAB/SJP

fundo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *