Notícias

Blog Single Image
07
out

OAB PARANÁ RECEBE PRESIDENTE DO TJ E DESEMBARGADORES DO QUINTO CONSTITUCIONAL


Diretores e conselheiros da OAB Paraná receberam nesta sexta-feira (04), para um almoço, na sede da seccional, o presidente do Tribunal de Justiça, Adalberto Xisto Pereira, e desembargadores representantes do quinto constitucional da advocacia. Participaram do encontro os desembargadores Telmo Cherem, Vilma Régia Ramos de Rezende, Domingos Perfetto, Carlos Mansur Arida, Ramon Ramos Nogueira e a mais nova desembargadora do TJ, indicada pela OAB Paraná, Priscilla Placha Sá.

O convite feito pelo presidente Cássio Telles teve o objetivo de reunir os desembargadores oriundos da advocacia, aproveitando a recente posse de Priscilla Placha Sá, ocorrida nesta quinta-feira. O presidente do Tribunal de Justiça falou da importância da participação dos desembargadores na composição da corte para uma aproximação do Poder Judiciário com a advocacia.

Cássio Telles destacou o quanto têm sido produtivas as reuniões com o desembargador Xisto Pereira, que tem compartilhado o entendimento de que as instituições podem juntas encontrar soluções para melhorar a prestação jurisdicional.  Telles citou vários exemplos de conquistas para a advocacia junto ao TJ: mais recentemente, a instalação de painéis eletrônicos e o sistema de divulgação da ordem de sustentação oral dos advogados nas câmaras recursais, a versão 100% aberta do Projudi com acesso integral aos autos independentemente da abertura das intimações, a recomendação aos fóruns para que assegurem vagas de estacionamento para advogadas gestantes, em atendimento à Lei Júlia Mattos, entre outras melhorias obtidas graças ao diálogo entre a OAB e a presidência do TJ.

A OAB também entregou a pauta da advocacia aos desembargadores do quinto. Foram apresentadas as reivindicações colhidas nas audiências públicas que os diretores têm feito nas comarcas do interior do estado, pelo programa OAB Paraná Total, e que se resumem em melhorias da prestação jurisdicional, especialmente no primeiro grau.

Confira aqui a pauta de reivindicações entregues aos desembargadores


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *