Notícias

Blog Single Image
15
set

NOVA CLÁUSULA NO CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

“Cláusula Quinta: A utilização de mensagens por celular, WhatsApp ou qualquer outro meio de mídia social será desconsiderada e em caso de insistência será cobrado valor de hora consulta nos termos da tabela da OAB/PR. Aplica-se a mesma medida para ligações telefônicas fora do horário de expediente e finais de semana ou feriados.”

Atualmente os advogados estão sendo consultados sobre o andamento de processos com mensagens noturnas e diurnas. Imagine você que às 23h30min ou às 06h30min, alguém lhe envie uma mensagem para saber de uma proposta de acordo ou sobre a distribuição de uma medida judicial?

Com a popularização dos smartphones a facilidade de comunicação tem causado problemas e o que é pior, falta de respeito. Não é possível, salvo situações específicas e se acordadas entre as partes, que o advogado fique à disposição de seus clientes 24 horas.

Esses dias me chamou a atenção uma postagem publicada pela advogada Joice Ferraz Rothbarth em seu perfil do Facebook a respeito do tema, e lhe pedi autorização para citá-la:

“Prezados Clientes. Antes de qualquer coisa, quero dizer que sou muito grata por tê-los em minha vida profissional, e não vejo problema algum em tê-los como amigos no Facebook, WhatsApp e outros programas e redes sociais. Ao contrário disso, pois com o tempo desenvolvemos amizade. Contudo, gostaria de ressaltar que utilizo esses meios de comunicação para contato com familiares, amigos e colegas, com finalidade única de lazer, e JAMAIS PARA TRABALHO. Portanto, peço a compreensão, no sentido de que, quando precisarem, entrem em contato através do telefone do escritório (xxxx) ou pelo e-mail criado com finalidade profissional (xxxxxx). Obrigada!”

Jaiderson Rivarola
Presidente da Subseção da OAB/PR em São José dos Pinhais

Nota de Atualização:

O interesse pelo assunto fez esse post ultrapassar mais de 400.000 acessos ao link.

 


18 respostas para “NOVA CLÁUSULA NO CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS”

  1. ROBERTO GAMELEIRA disse:

    BEM COLOCADA ESSA SITUAÇÃO, MAIS O PIOR DE TUDO É O ADVOGADO QUE SE PRESTA A REALIZAR AUDIÊNCIAS PARA EMPRESAS, RECEBENDO VALORES IRRISÓRIOS, SENDO ESTES ACIONADOS PELAS REDES SOCIAIS EM QUALQUER DIA E HORÁRIO, DESVALORIZANDO TODA UMA CATEGORIA DE PROFISSIONAIS.
    TODAS AS AÇÕES QUE VISAM A VALORIZAÇÃO DA ADVOCACIA DEVEM SER LOUVÁVEIS.

  2. Tito Antonio Oliveira dos Santos disse:

    Concordo com a cláusula, exceto se for utilizado como ferramenta de trabalho, eu possuo conta de facebook e whatsapp específicos do escritório, até porque não é necessário responder no horário que o cliente mandou a mensagem, apenas no horário do expediente. Quanto as ligações concordo plenamente, assim trata-se de estabelecer critérios que devem ser explicados antes ao cliente para que fique ciente das regras.

    • ANA Guimaraes disse:

      Adoreiiiiii sua postura profissional. Pois são os advogados que passam o numero do watsaapp para os clientes…e o cliente precisa ser tratado depois de já ter assinado o contrato , né …..é compreensível que ele tenha ansiedade em saber como anda o processo …afinal são leigos …e sao estes que mantém o escritorio do DR advogado .E como vc bem disse separa as redes sociais de lazer eprofissional , tbm não precisa atender ou responder na hr q o cliente envia .

  3. Sergio disse:

    Extremamente antipático e antiprofissional. Não sou advogado e se contrato um, tenho o direito de ter as informações que necessito. Médicos fazem isso, dão seus celulares aos clientes e os atendem a qualquer hora da noite. Eu também fico disponível aos meus clientes quando eles precisarem, afinal sou profissional liberal pago por eles para tanto. Me sinto privilegiado quando me ligam e os atendo muito bem. Profissional que não deseja ser “incomodado”, que procure outra coisa para fazer. Aliás, não é profissional!

  4. O de comunicação, messenger do facebook é só escolher as pessoas que você quer aparecer como off. whatss é só bloquear as pessoas que não quer que incomode, tudo tem uma regra básica as pessoas não sabem usa-las.

    As mensagem assim como e-mai serve apenas para o cliente não esquecer determinado detalhe, o advogado responder no dia seguinte não tem nada de mais.

    Lembrando as mídias sociais reduz o custo dos clientes, hoje a tendencia mundial é reduzir custo

    Tem clientes que lê o contrato de cabo a rabo, começa a emperiquitar de mais o contrato perde o cliente.

  5. Martha Cordeiro disse:

    Concordo até certo ponto. Não se deve misturar tudo como se fosse uma coisa só. Conheço e respeito alguns advogados, mas bem poucos. Pra mim, com experiências pessoal, familiar e de tudo que vejo acontecer no Brasil, acho que os advogados por inúmeras vezes são pessoas horrorosas em sua maioria. Não dão a devida atenção, tão pouco satisfação aos seus clientes e acham, invariavelmente, que você só os perturba e aborrece. Não se veem prestadores de serviços, mas sim pessoas com super poderes. Acham que só tem direitos e que estão sempre além do bem e do mal. Ao lado de promotores públicos que se acham deuses, por inúmeras vezes fazem da vida das pessoas que precisam da justiça um verdadeiro inferno. Quero e preciso confiar na justiça, mas a acho sofrível e não confio nela nem um pouquinho sequer. Não me sinto segura em relação à nossa justiça. Até gostaria de acreditar, mas não consigo. Toas as experiências que tive até hoje, para mim foram péssimas e as resoluções, salvo uma ou duas vezes adequada. Me perdoem os ilustres advogados, mas sou cética e acho que não fazem outra coisa a não ser tirar dinheiro dos seus clientes indefinidamente. A justiça é lenta e ineficaz e pior, quase sempre injusta e nada de cega, não tem nada.

  6. Severino Ramo Neves disse:

    Considero essa medida muito pertinente, posto que, consulta sobre a movimentação processual deve ser procedida pelo próprio demandante e os meus clientes são orientados nesse sentido…!

  7. Wallace disse:

    Meus clientes me escrevem por WhatsApp ou e-mail a hora que querem, e respondo a hora que posso. Nunca tive problemas. Aliás, já aviso a eles que podem escrever até de madrugada, que nem vibrar meu celular vibra. Abro para ler quando tenho tempo.
    Sem eles não sou profissional.
    Ainda mais que trabalho em 2 continentes, com 5h de diferença de fuso) e eles nunca sabem aonde eu estou. Qualquer hora é o momento certo para comunicar.

  8. Wallace disse:

    Para mim nunca foi problema, pelo contrário. Já aviso que podem escrever pelo WhatsApp ou e-mail a hora que desejarem, e quando eu puder, leio e respondo. Sabem que meu WhatsApp é “mudo”, nem vibra.
    Sem meus clientes não sou profissional do direito, e como trabalho em 2 continentes, com 5h de diferença de fuso horário, eles não sabem aonde estou.
    Mensagens liberadas e todos somos felizes.

  9. Para mim nunca foi problema, pelo contrário. Já aviso que podem escrever pelo WhatsApp ou e-mail a hora que desejarem, e quando eu puder, leio e respondo. Sabem que meu WhatsApp é “mudo”, nem vibra.
    Sem meus clientes não sou profissional do direito, e como trabalho em 2 continentes, com 5h de diferença de fuso horário, eles não sabem aonde estou.
    Mensagens liberadas e todos somos felizes.

  10. Sandra Oliveira disse:

    Acredito que em toda profissão tenha aquele cliente ou paciênte que seja um pouco mais ansioso ,vulgo (chatinho) , por esse motivo não cabe regras, praticamente o profissional desde a primeira consulta, já sabe qual cliente que vai agir dessa forma.

  11. Lua disse:

    Dizem que o advogado só quer dinheiro, não, não queremos apenas dinheiro, porém, como resultado do nosso trabalho, o dinheiro é muito importante, o seu não é? Ou será que gostaria que trabalhássemos de graça? Qual o problema em querer dinheiro? Você não trabalha para isso?

    A justiça realmente é lenta, porém todos os envolvidos nela, inclusive o advogado, também se sente vitima, e frustrado de ter que aguardar tanto tempo a resolução de um processo, cujo pagamento, somente será “visto” ao final, se ver!

    E quando dizem que temos que estar sempre disponível, o que esta pessoa sabe sobre a profissão advocacia, e ainda pergunto, onde esta o respeito por todo e qualquer profissional? Não sei com qual tipo de profissionais as pessoas convivem, porém, um profissional liberal, não tem como regra em sua vida, estar a disposição 24 horas do dia. Se trabalham com pessoas que assim fazem, espero que estejam pagando muito bem pelos serviços de advogado e também de psicologo.

    Claro que estamos falando de contatos rotineiros que não têm a menor urgência, apenas aquele tal cliente que acha que perguntando dia sim dia não, fará com o que o processo ande mais rápido!

    Cada dia que passa, eu me pergunto até quando as pessoas vão parar de querer encontrar alguém para colocar suas frustrações!

  12. Andreza Cristina Mantovani disse:

    eu jamais conheci algum médico que fornecesse o número do celular pessoal e ficasse à disposição 24 horas de seus pacientes, independente da gravidade da situação. respeito é excelente e as mídias sociais estão acabando com isso. não dá pra confiar no bom senso. perfeita a mensagem da colega. adverte os inconvenientes e coloca uma pá de cal nessa coisa. advogado merece valorização e respeito. sem ele, a pessoa não fala no processo. isso se chama capacidade postulatória e só ele tem. se alguns decidem que ‘não gostam’ da classe, que somos ‘pessoas horrorosas’, só posso atribuir a avaliação a alguma experiência ruim que lamento muito, e todos já tivemos, com vários profissionais, de várias áreas, e lamento muito como advogada. mas lamento mais ainda a generalização, que é sempre injusta e, como advogada e cidadã, a injustiça me incomoda permanentemente. critério costuma ser uma coisa muito boa, ajuda na vida toda. abraços.

  13. Vilson pagnussat disse:

    Vejo como importante ficar à disposição do cliente, afinal é deles que dependemos e o bom atendimento se espalha e assim por Diante.

  14. Bosco disse:

    Esta cláusula deve se tornar padrão. Informações sobre os serviços contratados podem ser integralmente prestadas por email ou ligações em horário comercial. Essas mídias de bolso criaram pessoas patologicamente ansiosas e que esperam do profissional uma resposta imediata, na velocidade em que se conversa num daqueles grupos de amigos. Penso que ninguém reputaria como relapso um advogado que responde emails sempre no dia subsequente. Agora: o que pensam de uma mensagem de whatsapp visualizada e não respondida no mesmo dia?

  15. Nilton Vieira Lima disse:

    Meu pai, já falecido, nasceu em 1896, e uma certa feita, eu menino, o vi exclamar, ao descermos do trem em Aracaju, lá pelo final de 1959, um dia de domingo à tarde, que tinha “de esperar até amanhã, para falar com o doutor Olavo Leite”. Ele esperava o resultado de um caso entregue aquele advogado, anos depois meu professor na faculdade de direito da UFS. Ora, as comunicações daquela época eram bem diferentes, mas que diferença fazia ou faz, incomodar o doutor Olavo Leite, que já deveria estar se preparando para ir a missa das cinco, beato que era? Acredito porém, na relativização das coisas, um advogado criminalista pode estar à disposição dos clientes a qualquer hora, mas ser recompensado por isto. Mas vou dar um exemplo pessoal, namorei com uma médica assim que me formei, 1975, e ela, como todos os demais médicos nos plantões do IML, tinha um aparelhozinho que não recordo o nome, que emitia um sinal sonoro quando havia uma ligação para ela responder. Se dirigia ao telefone do restaurante ou a um orelhão e ligava para o número que aparecia no tal aparelho. Observem, eram outros tempos, outros tipos de comunicação, mas, principalmente era nos dias de plantão e que ela precisava sair para jantar e eu a acompanhava, pois não se servia refeições no local de trabalho. Agora, com o avanço de tantas conquistas sociais e principalmente trabalhistas, ver o advogado se transformar em um escravo do cliente é um completo absurdo, aceitar isto é vilipêndio ao exercício da profissão. Esta discussão é extensa, porém como lógica é bastante simples, necessário apenas conhecer a primeira lei trabalhista: “Guardarás o sábado”. Pronto, dito por Deus. Bom dia. Nilton Vieira Lima OAB-SE 677.

  16. Sil Cosme disse:

    Já incluí faz tempo uma cláusula “Das Comunicações” nos meus contratos. Nela consta as formas, dias e horários de contato, salvo situações de urgência. Infelizmente têm clientes que abusam mesmo, já recebi telefonemas e msgs em redes sociais em finais de semana e até de madrugada sem ser demanda urgente, queriam saber apenas do andamento do processo. Poderiam esperar o horário de expediente perfeitamente.

  17. Marcia Kowalski disse:

    Caros colegas! Essa cláusula já está em meu contrato depois que recebi uma mensagem em meu whatsaa as 03 :00 h em plena metade do meu sono e nem era nada importante. Entendo que não precisamos responder na hora mas só de receber a msg fora do horário comercial já incomoda. Eu tenho uma cliente que manda mensagem a meia noite…..obviamente não respondo (exceto em caso de urgencia ) e as 7 h manda uma serie de interrogacoes ?????? E o cúmulo da falta de respeito. Concordo plenamente com essa cláusula! Qualquer trabalhador que trabalha fora do horário quer receber hora extra…..Então pq temos que atender em horários absurdos!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *