Notícias

Blog Single Image
01
abr

INFORMAÇÕES SOBRE A CAMPANHA DE VACINAÇÃO 2020


A Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR) preparou um material para esclarecer algumas dúvidas que estão surgindo sobre a Campanha de Vacinação 2020. Confira: 

 

1 – Qual a quantidade de vacinas disponíveis para a campanha?

 

Importante registrar que não há no mercado vacina disponível para aquisição em grandes quantidades, junto aos laboratórios, por excesso de demanda. Apenas as Caixas de Assistência de quatro estados conseguiram adquirir vacinas para campanhas próprias, são elas: Goiás (5 mil unidades), Rio Grande do Sul (8 mil unidades), São Paulo (50 mil unidades) e Paraná (25 mil unidades). De qualquer forma, estamos na busca por uma carga maior, visando aumentar a quantidade de imunizações.

 

2 – Como será realizada a Campanha neste ano de 2020?

 

Houve uma completa mudança na forma de vacinação de 2019 para 2020 em decorrência da Resolução do Estado do Paraná nº 956/2018, que estabeleceu diversas exigências para a vacinação extramuros, como são nominadas as campanhas realizadas por instituições privadas. A partir de 2020 foram estabelecidas exigências rigorosas para o transporte e armazenamento das vacinas que tornam economicamente inviável a realização diretamente pela CAA-PR. Por exemplo, teríamos de adquirir geladeiras especiais ao custo de R$ 10.000,00 a unidade para cada uma das 48 subseções.

Até 2019, a CAA-PR adquiria as vacinas diretamente da indústria farmacêutica, de um dos 3 laboratórios produtores de vacina tetravalente no Brasil (Abbott, GSK e Sanofi), e estes enviavam as vacinas diretamente para as subseções que organizavam, junto com as Secretarias de Saúde e Vigilância Sanitária locais, o armazenamento e gesto vacinal.

Neste ano de 2020 a CAA-PR foi obrigada a contratar uma empresa especializada, como decorrência da Resolução n°956/2018, para a aquisição das vacinas, armazenamento, transporte e para a realização do gesto vacinal. Indicada pela Unimed Paraná, a empresa contratada possui sede em Curitiba, sendo a maior do estado em seu ramo de atuação. Será esta empresa que realizará a vacinação em Curitiba e em todas as subseções. Como decorrência da quarentena (“lockdown”), com fechamento das sedes da OAB e CAA-PR, a vacinação será realizada em sistema “drive-thru” em frentes às sedes ou em seus estacionamentos, com aquisição e agendamento prévio “on line”, via cartão de crédito.

 

3 – Por que o valor da vacina aumentou de 2019 para 2020?

 

Exatamente pelos altos custos impostos pelas novas exigências estabelecidas pelo Estado do Paraná. Antes, somente tínhamos o custo de aquisição das vacinas diretamente dos laboratórios. Agora, além da aquisição das vacinas, temos custos extras com armazenamento, transporte, gesto vacinal, estadia e alimentação dos profissionais que realizarão a aplicação em todo o interior do estado. O valor de R$ 39,00 para advogados foi estabelecido, já com o subsídio da CAAPR.

 

4 – Quando a Campanha inicia no interior do Estado e por qual razão em Curitiba iniciou antes?

 

A previsão para iniciar a campanha no interior é a partir de 09/04, mas estamos tentando antecipar para 06/04. Assim que houver a confirmação das datas, iniciaremos as vendas e agendamentos para o interior. Haverá comunicação no momento oportuno. Temos problemas até de estadia (hotéis fechados) e interdição de estradas em algumas cidades a serem resolvidos previamente.

A sede da empresa contratada é Curitiba e por isso o início será na capital. A empresa não tem estrutura para fazer a aplicação em todas as 48 subseções na mesma data e, como já explicado no início, a CAA-PR não poderá mais realizar por conta própria a vacinação, estando, inclusive, fechadas as sedes da OAB.

O primeiro lote de vacinas chegou no dia 23/03/2020. Estamos tendo de realizar uma campanha que normalmente necessita de 30 dias para organização prévia, em apenas uma semana, com pessoal reduzido em sistema de “home office”.

Importante também informar que os laboratórios não enviam as 25 mil doses de uma única vez. A comercialização das vacinas foi liberada pela Anvisa em 10/03/2020, iniciando-se a partir de então a produção em larga escala, de forma que os lotes são enviados pelos laboratórios semanalmente, acompanhando a produção. Não há estrutura e nem vacinas suficientes para iniciar a campanha simultaneamente na capital e no interior nas mesmas datas.

 

 

5 – O Portal para aquisição das vacinas teve inconsistências ao longo do dia 27/03/2020, data de início da comercialização em Curitiba e Região?

 

Tivemos de alterar o site de servidor, para um muito maior, tamanha a demanda. Foram vendidas as 8 mil doses do primeiro lote de Curitiba e Região Metropolitana em menos de 10 horas. Eram 20 doses vendidas a cada 10 segundos. Como se não bastasse o excesso de demanda no servidor, os cartões de crédito começaram a interpretar as transações como tentativas de fraude, pois era um volume muito grande de aquisições em curto espaço de tempo. Esta foi a razão de muitos terem conseguido a confirmação de agendamento, mas não a confirmação de pagamento.

 

6 – Consegui a confirmação de agendamento, mas não a de pagamento. Como faço?

 

Pode comparecer na data e horário agendado, pois as doses para quem conseguiu o agendamento estão confirmadas. Será verificada a confirmação do pagamento em sistema e, caso não tenha sido concretizado, o advogado e advogada poderá realizar o pagamento com o cartão de crédito no momento da vacinação.

 

7 – Acabaram as doses para Curitiba e Região Metropolitana? Haverá novo lote?

 

As 25 mil doses da campanha são distribuídas por subseção. Cada uma das subseções possui em uma carga pré-estabelecida, considerando-se o seu porte. Então, não é porque acabou a carga de uma subseção que as outras ficarão sem. A carga pré-fixada para Curitiba e Região é de 12 mil doses. Assim que recebermos um novo lote do laboratório, será reaberta a venda de mais 4 mil doses para Curitiba.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *