Fazenda Rio Grande

 

DIA DA EMANCIPAÇÃO DE FAZENDA RIO GRANDE

 

Cidade jovem, acolhedora, que já cresceu muito e ainda tem muito mais para evoluir. Hoje, Fazenda Rio Grande celebra 30 anos de Emancipação. Uma história que iniciou há muitos anos e que em 1990 abriu esse lindo capítulo ao se tornar município.

 

HISTÓRIA

A região de Fazenda Rio Grande foi primeiramente habitada pelos índios. Eles alternavam uma temporada no litoral, em busca de sal e pesca, e outra instalados naquela localidade, onde
plantavam milho e encontravam muito mel. Criou-se então um aldeamento cujo nome original era Capocu. Por volta do século XVIII, formaram se duas fazendas: Rio Grande e Mandirituba. Ambas foram registrada na paróquia de São José dos Pinhais. Em 1879, Fazenda Rio Grande foi requerida por Francisco Claudino Ferreira, que tornou-se o primeiro proprietário de terras da localidade. A nascente do Rio Iguaçu originou o seu nome, pois Iguaçu, em Tupi-Guarani, significa
“Água Grande” ou “Rio Grande”. A principal atividade da Fazenda Rio Grande era a criação de cavalos de raça, cujo o maior cliente era o exército Brasileiro. A partir de então, a história da Fazenda Rio Grande confunde-se com o expansionismo industrial e populacional de Curitiba, com ação direta no parcelamento do solo urbano da área correspondente á atual sede municipal. Tal fracionamento decorreu do fenômenos de ocupação urbana da cidade de Curitiba. A procura cada vez maior, de pessoas vindas do interior do estado e também de Santa Catarina, por áreas onde morar, e a perda sistêmica de renda, conjugaram-se com os negócios imobiliários em toda região metropolitana da capital. O inicio do loteamento da Fazenda Rio Grande , filão periférico de Curitiba, deu-se a partir de 1959. Daí para a frente não parou de acontecer, até os dias de hoje. Daí para a frente não parou de acontecer, até os dias de hoje. Desde aquela data, foram vendidos lotes que ocupam mais de 6.740.000 metros quadrados. Mais distante da sede municipal de Mandirituba e mais próxima da capital, a população de Fazenda Rio Grande foi organizando sua vida em função da grande cidade, onde havia mais empregos e serviços urbanos.

*Fonte: Biblioteca IBGE