Notícias

Blog Single Image
05
jun

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE – por Edilaine Vieira da Silva, Presidente da Comissão de Direito Ambiental


Temos sido bombardeados, a todo momento, com notícias tristes quando o assunto é Meio Ambiente, o que nos leva a pensar que são mínimas as razões para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 05 de junho, em mais de 100 países.

Entretanto, é preciso lembrar que a data, instituída pela Organização das Nações Unidas, tem por objetivo a conscientização de todos sobre a importância e urgência em adotar medidas que visem a preservação do Meio Ambiente. As ações realizadas mundo a fora nessa data tem por objetivo, chamar a atenção de todos os seres humanos e, em especial, das Instituições públicas, para a necessidade, cada vez mais urgente, de se adotar medidas factíveis para conter ações como desmatamento desenfreado, uso irracional dos recursos naturais, extinção de fauna e flora, dentre outros.

Medidas simples, como povoamento de rios com espécies nativas, realizada por Secretarias Municipais de Meio Ambiente, não buscam apenas marcar simbolicamente a data, mas sim, demonstrar aos pequenos alunos das escolas públicas que participam da atividade, a importância de respeitar a natureza e conviver harmonicamente com as demais espécies do Planeta que chamamos de lar.

Muito embora sejamos bombardeados diariamente com notícias como o crescente desmatamento das Florestas pelas industrias da carne ou garimpos irregulares, é preciso que cada um, a sua maneira, tome pequenas atitudes diárias para a preservação do Meio Ambiente. 

Pequenas atitudes, somadas, alcançam grandes resultados. Não basta que julguemos e critiquemos as ações dos grandes. Temos a obrigação de fazer nossa parte e ensinar nossos filhos, pelo exemplo, que pequenas ações individuais, como jogar um papel no chão, alcançam resultados trágicos, quando somados a outros atos imprudentes, de várias outras pessoas.

Em suma, nesse Dia Mundial do Meio Ambiente, realmente não há muito o que comemorar, mas vamos aproveitar essa data para uma reflexão interna. O que EU estou fazendo para melhorar, ou para não piorar a situação do Planeta?

 

Por Edilaine Vieira da Silva, Presidente da Comissão de Direito Ambiental


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *