Notícias

Blog Single Image
31
mar

Com apoio da PM Comissão de Fiscalização faz diligências contra o Exercício Ilegal da Advocacia

A Comissão de Fiscalização da Subseção da OAB/PR de São José dos Pinhais, com apoio de policiais do serviço reservado da 1ª Cia do 17º Batalhão de Polícia Militar, tem feito diligências para combater o exercício ilegal da profissão e captação ilegal de clientela por pessoas não inscritas, empresas de revisão e assessorias previdenciárias. Essa atuação tem ocorrido após o recebimento de denúncias de pessoas que teriam sido lesadas por falsos advogados e situações de captação ilegal, em escritórios espalhados pela cidade.

Nesta sexta, 31/03, membros da Comissão, acompanhados do Presidente da Subseção, Jaiderson Rivarola, foram à empresa ASSPREV localizada no centro de São José dos Pinhais, ocasião em que foi identificado e notificado o advogado que se apresentou como proprietário. A notificação foi feita no local pelo Presidente da Comissão de Fiscalização, advogado Lincoln Jeferson Ribeiro, para que o advogado suspendesse imediatamente a prática da panfletagem, bem como retirar, no prazo de 24 horas as placas que identificam a denominação ASSPREV Assessoria Previdenciária, por caracterizar captação ilegal de clientela e mercantilização da profissão.

A Comissão tem atuado com firmeza, tem apurado denúncias e feito representações, contra quem quer que seja, cumprindo seu papel na defesa da classe e dos 1500 advogados que hoje integram a Subseção de São José dos Pinhais e de toda a advocacia.

Participaram da fiscalização: além do presidente da Subseção, Jaiderson Rivarola; os membros da Comissão de Fiscalização, Ética e Prerrogativas, Lincoln Jefferson Ribeiro, Francisco Chiuratto Silva e Pompilio Isidio Vaccari; as advogadas Valdirene Wischral e Maria Dirlene Brisola na condição de testemunhas e a equipe da Polícia Militar que deu suporte a Comissão.

OAB/PR – Subseção de São José dos Pinhais

Credito da Imagem


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *